Accueil
Aimé CESAIRE
Frantz FANON
Paulette NARDAL
René MENIL
Edouard GLISSANT
Suzanne CESAIRE
Jean BERNABE
Guy CABORT MASSON
Vincent PLACOLY
Derek WALCOTT
Price MARS
Jacques ROUMAIN
Guy TIROLIEN
Jacques-Stephen ALEXIS
Sonny RUPAIRE
Georges GRATIANT
Marie VIEUX-CHAUVET
Léon-Gontran DAMAS
Firmin ANTENOR
Edouard Jacques MAUNICK
Saint-John PERSE
Maximilien LAROCHE
Aude-Emmanuelle HOAREAU
Georges MAUVOIS
Marcel MANVILLE
Daniel HONORE
Alain ANSELIN
Jacques COURSIL

Kriol Jazz Festival adiado para data a definir (actualizada)

Kriol Jazz Festival adiado para data a definir (actualizada)

Na sequência do Plano Nacional de Contingência apresentado, esta manhã, pelo governo, a Câmara Municipal da Praia, em conjunto com a Harmonia, decidiu suspender o Kriol Jazz Fest que estava previsto para o mês de Abril.

Em declarações ao Expresso das Ilhas, o vereador da Cultura da Câmara Municipal da Praia, António Lopes da Silva, explicou que "este ano vai haver Kriol Jazz, não vai ser é no mês de Abril", por causa da epidemia mundial de coronavírus que já infectou mais de 117 mil pessoas e causou 4090 mortos, segundo o último balanço, em todo o mundo. 

"Estamos preocupados com a saúde pública em Cabo Verde e já concertamos com a Harmonia, que nossa parceira, e com o governo e vamos suspender o Kriol Jazz", reforçou.

Em comunicado também a Harmonia confirmou o adiamento do evento afirmando que "de acordo com as orientações governamentais, o Kriol Jazz Festival será adiado para uma data a definir".

"Neste momento a organização do KJF está, em conjunto com os artistas e de acordo com o desenvolvimento do Covid-19, no mundo e em Cabo Verde, a analisar qual o melhor cenário para a realização do KJF 2020, assim como quais os procedimentos relativamente, por exemplo, à devolução dos ingressos já adquiridos pelo público", lê-se, ainda, no comunicado. 

Este anúncio surge na sequência das declarações do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, durante a apresentação do Plano Nacional de Contingência. Durante o evento o primeiro-ministro declarou que "eventos internacionais agendados para se realizarem em Cabo Verde e que reúnam números elevados de participantes vindos de países assinalados com a epidemia “devem ser cancelados até 30 de Junho”.

O Plano de Contingência foi validado hoje e depois, na próxima quinta-feira, será aprovado em Conselho de Ministros “para ter força vinculativa” apesar de já estar em execução, disse o primeiro-ministro.